in ,

Morreu o advogado João Granada

joao granada 1

Aos 89 anos, morreu ontem o advogado tomarense João Godinho Granada, conhecido pela sua paixão acerca da história de Tomar e de Portugal e pela sua ligação à Casa do Concelho em Lisboa.

Foi aluno do extinto Colégio Nun’Álvares entre 1942 e 1947 e licenciou-se em Direito na Universidade Clássica de Lisboa.

Foi militar até à graduação de tenente e depois foi advogado mais de 40 anos, atividade que exerceu até aos 75 anos.

Autor de vários livros sobre Tomar e Nazaré, foi presidente da Direção e da Mesa da Assembleia da Casa do Concelho de Tomar em Lisboa.

Casado com Fernanda Granada, deixa dois filhos e sete netos.

O funeral será em Tomar, mas ainda não há data marcada.

À família apresentamos sentidas condolências.

 

Em 2013, o jornal O Mirante publicou uma entrevista com João Granada:

Os problemas de Tomar estão ligados ao seu passado templário

Escrita por Redação

Blog informativo Tomar na Rede. Notícias sobre Tomar e região envolvente. Informação local e regional.

Comentários

Responder
  1. As datas com que se assinala a frequência do Dr. João Granada no Colégio estão forçosamente erradas. Basta fazer as contas: tendo nascido em 1932, se deixasse o Colégio em 1947, teria no máximo 15 anos. Ora ele andou no Colégio até acabar o então sétimo ano! Assim, pelas minhas contas e atendendo à época em que nos relacionámos mais de perto, pode-se pôr, à confiança, 1951! No mesmo ano, acabou o curso liceal o Engº Fraústo da Silva. E eles foram companheiros de turma!
    Saudações tomarenses
    Appio Sottomayor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0
mata IMG 20210606 083044

Tomar vai ter também um baloiço panorâmico

Sobe para 200 euros recompensa para quem encontrar o gato Fox