in ,

Enfermeira tomarense morre de leucemia

Cassilda Vaz Sarroeira, enfermeira tomarense e professora no Instituto Politécnico de Santarém, morreu no dia 24 no Hospital Curry Cabral em Lisboa, vítima de uma leucemia galopante diagnosticada no dia 22. Tinha 55 anos.

O presidente interino do Politécnico de Santarém, João Moutão, já publicou uma mensagem de pesar: “em nome de toda a comunidade académica, venho manifestar publicamente o mais profundo pesar pelo falecimento da Senhora Professora Cassilda Vaz Sarroeira e endereçar à família e aos seus amigos as mais sinceras e sentidas condolências”.

Realça o dirigente que “a Professora Cassilda Vaz Sarroeira fez a sua formação na Escola Superior de Saúde de Santarém, onde se veio a destacar pelo seu percurso profissional de grande empenho e dedicação como docente”.

O IPS “solidariza-se com este momento de tristeza e perda, decretando três dias de luto académico”.

O desaparecimento de Sissi, como era conhecida, deixou em choque familiares, colegas e amigos.

O funeral realiza-se no dia 26, no cemitério velho de Tomar. O velório decorre na casa mortuária, a partir das 12h00, sendo celebrada missa de corpo presente às 15h30 na igreja de Santa Maria do Olival seguindo depois para o cemitério. De manhã, está prevista a passagem do carro funerário pelas 10h30 na Escola Superior de Saúde de Santarém, onde Sissi era docente.

À família apresentamos sentidas condolências.

 

 

 

Escrita por Redação

Comentários

Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Cidadão denuncia problema de saúde pública no centro histórico (c/ vídeo)

Rua Infantaria 15 sem carros ganha esplanadas