DestaqueNecrologia

Antigo professor do Politécnico morre de cancro

Carlos Santos Pereira, jornalista e antigo professor no Instituto Politécnico de Tomar, foi encontrado morto em casa de família na Lagoa do Furadouro, em Ourém, vítima de cancro.

Tinha 70 anos, era especialista em questões da Europa de Leste, autor de vários livros e editor de Internacional do jornal Público.

No Politécnico de Tomar lecionou no curso de comunicação social da Escola Superior de Tecnologia de Abrantes de 2002 a 2013.

Carlos Santos Pereira nasceu, em Lisboa, a 5 de novembro de 1950. Era licenciado em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Mestre em História Contemporânea – Séc. XX pela Universidade Nova de Lisboa, Mestre em Estratégia pelo ISCSP. Estava a desenvolver o seu Doutoramento em História na Universidade Nova de Lisboa.

Era jornalista especializado em questões de segurança e cenários de conflito e desenvolveu grande parte da sua atividade na Europa de Leste. Além de lecionar no IPT, dirigiu a pós graduação de “Media, Segurança e Defesa” no ISCTE. Publicou em diversos meios de comunicação sociais e em revistas da especialidade.

1 comentário

  1. Santos Pereira foi meu camarada de profissão durante anos. Embora nunca tivéssemos trabalhado juntos, conhecia-o como figura de relevo entre jornalistas e não só. Faz falta, portanto. Agora o que eu (talvez estupidamente) ignorava é que ele fosse professor no Instituto Politécnico. Paz à sua alma! Appio Sottomayor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo