in ,

Uma ambulância e um bombeiro para rebaixar pilaretes

IMG 20210803 182147

A câmara de Tomar incumbiu os bombeiros de, todos os dias, rebaixar e levantar os pilaretes à entrada da Corredoura para controlar o acesso automóvel, limitado aos horários das cargas e descargas.

É uma tarefa que poderia e deveria ser feita por funcionários de outros setores até porque ali ao lado, na Levada, funcionam alguns serviços municipais.

Por isso não deixa de ser no mínimo estranho assistir a atividade de um bombeiro a tratar de pilaretes, com uma ambulância estacionada à entrada da Corredoura em Tomar.

Custa ver que as ambulâncias sejam utilizadas para este serviço, quando a câmara decidiu deixar de transportar doentes não urgentes. Prioridades!

Escrita por Redação

Blog informativo Tomar na Rede. Notícias sobre Tomar e região envolvente. Informação local e regional.

Comentários

Responder
  1. Numa época onde a tecnologia é tão avançada, existem pilaretes que recolhem e levantam a horas programadas, mas como diz o senhor jornalista, PRIORIDADES

  2. O problema é mais amplo. A câmara é contra os pilaretes eletrónicos programáveis, que levantam ou baixam consoante forem programados? Os bombeiros precisam mesmo de transporte, ambulância ou outro, para percorrerem menos de 500 metros ida e volta? A ambulância, ou outro veículo, não será só para armar ao pingarelho? Para aramar em herói operacional? Faz algum sentido reivindicarem recintos e condições para praticar desporto, ao mesmo tempo que se recusam a andar a pé? Não será este mais um exemplo de que a autarquia está em autogestão, com cada funcionário a fazer aquilo que lhe apetece?
    Se não forem os bombeiros, que outro funcionário municipal aceitará ir todos os dias cumprir aquela tarefa? Caso não conste na descrição do seu posto de trabalho, recusam e queixam-se ao delegado sindical Saraiva, que tem muita força, como se compreende.

  3. Porque seria tão difícil colocar os pilaretes a subir e descer automaticamente utilizando um computador ligado à Internet, ou mais seguro: à rede interna do município a um servidor de horas, que naturalmente mantivesse a hora sempre acertada e com ajuste para a mudança de hora, enquanto esta se realizar? Sabe-se lá se este ano acabam com essa mudança ou não.
    Bastava colocar um sinal com o aviso de abertura e encerramento, sinal sonoro, e eventualmente sinais luminosos vermelho e amarelo para indicar para ambas as direcções a permissão de passar, e manter amarelo quando aberto, e passar o sinal a vermelho quando encerrado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0
escola povoa

Câmara vende três antigas escolas primárias

horacio gregorio Copia

Morreu antigo professor da escola Jácome Ratton