InsólitoDestaque

Cortejo dos Rapazes: menino faz apelo em direto para que família o vá buscar

- Publicidade -

O calor e o sol escaldante que se fez sentir durante o Cortejo dos Rapazes na manhã deste domingo, dia 2, foi um desafio para as mais de 1500 crianças que participaram. Exemplo disso foi o apelo lançado por um menino de Tomar.

Durante o direto da Tomar TV, quando o jornalista Sérgio Aleluia entrevistava algumas crianças, uma delas, Artur Silva Dias, pede para falar. Segura no microfone e diz: “Tenho uma coisa a dizer. Avô, mãe, pai, se estão a ver isto, então por favor: eu preciso que me venham buscar à praça da República. Isto é um inferno, aqui está muito calor”.

“Tens de aguentar, já falta pouco, embora lá, muita força, miúdo” incentivou o repórter.

E nas redes sociais o vídeo promete tornar-se viral.

- Publicidade -

- Publicidade -

29 comentários

  1. Um alerta dado por uma criança, que estava em aflição. A ver se a comição de festas, daqui a 4 anos vai ter em atenção isso, e se for necessário fazer alguns ajustes.

    1. Um apelo em termos de alguém que se sente sequestrado. Na sua inocência o apelo do jovem reflete uma violência praticada sobre si em nome do ” espetáculo tomarense”.

      1. Com tantos exageros…qulquer dia os portugusinhos…..coitadinhos….não vão concordar com nada e vão ver a EUROPA a passar. Mas primeira acabem com os subsidiodependentes..

    2. Completamente de acordo. Eu, estive a ver o Cortejo, e disse isso mesmo, com este calor que se fez sentir hoje, não foi a nelhor hora ppara estas crianças desfilarem.
      A comissão, com o calor assim, tem que repensar na hora do desfile .
      Quanto ao resto estava tudo muito bonito. Parabéns!!!

      1. Qual é a hora que aconselha? Ás 6 da manhã? Ou ás 10 da noite?
        Com crianças o horário entre as 9 e as 10 da manhã é o melhor horario.
        Se chove-se á tarde e tive-se bom tempo de manhã, já diziam bem do horário…

  2. Um herói

    Aquele menino foi de facto um herói.
    Levantou só uma das pontinhas do manto de hipocrisia social eufórica que é essa coisa da FdT.
    Ele foi a voz lúcida que disse que o rei ia nú.
    Compare-se com a resposta do parvalhão do jornalista que o entrevistou..

    1. Hipocrisia social eufórica que é essa coisa da Fdt.
      Melhor descrição não se pode fazer, parabéns!
      Há vários dias que se sabia que ia estar demasiado calor para as crianças, não se percebe como não se altera o horário do cortejo.
      Quem obriga as crianças a passar por isto é que devia ser obrigado a passar o domingo todo a caminhar ao sol com o calor que esteve.
      Miseráveis!

  3. Andam alguns a encher os bolsos à conta destas criaças coitadas.. que “têm que aguentar”.. Triste a falta de sensibilidade do sr do microfone.. e de uma terra que pela palhaçada sujeita os seus filhos a isto. Tomar é todos os dias.. nao existe de 4 em 4 anos..

      1. Alterar o horário mais para o final da tarde ou inicio de noite, sem interferir com os concertos, era possivel e sim a cidade que se saiba tem iluminação.
        É assim tão complicado?
        Ou o milhão de euros da festa caiu nas mãos de incompetentes que não a sabem gerir?
        Ou valia tudo com as crianças desde que não se dessem ao trabalho de estudar uma alternativa?

  4. Sejam justos convosco próprios!
    É inegável que estava um dia demasiado quente para as crianças (o meu filho de 7 anos incluído que participou pela segunda vez), para os professores, educadores, promotores, pais, público em geral, etc…
    Todos indignados por as criancinhas desfilarem voluntariamente no cortejo dos rapazes numa manhã quente mas não vejo ninguém indignado por as mesmas crianças serem expostas, por vós próprios, ao sol em horas mais impróprias na piscina municipal, que por exemplo ontem estava cheia de crianças às 13:00, em praias, etc…
    Pais muito estranhos estes!

    1. quando se vai a praia ou piscina não se usa camisa,gravata,calças,etc….percebe a diferença? para além dos mergulhos que se dá….é o que eu digo…..devia abrir um consultório de psicologia neste blog…

    2. Pode ter alguma razão no que diz, mas o mesmo serve para os militantes do PAN e do IRA que obrigaram as crianças a passar por esse martírio.
      E o cortejo não é praia nem piscina.

  5. John ,
    Querem ver que a radiação solar e os índices de uva e UVB na piscina municipal são diferentes da radiação no resto da cidade!?
    Sérias o primeiro paciente!

  6. Um apelo a quem o obrigou a lá estar. Como li em um comentário ” crianças estão lá voluntariamente ” enfim, é o país que temos.

  7. Coitadinho do menino e de todos os outros!
    E se acontecesse algo mais grave,como os militares em exercícios?
    Um grande perigo!

      1. Mas em algum momento a notícia, que de notícia tem pouco, refer que alguma das pessoas assistidas, entre elas crianças, eram participantes do cortejo!?
        A leviandade com que se fazem notícias e como algumas pessoas as interpretam!
        Pessoalmente vi os bombeiros a assistir junto ao cine teatro uma idosa na casa dos 80 anos e um adolescente na casa dos 15 anos, este aparentemente com problemas psicomotores, ambos que nada tinham a ver com o desfile.

  8. Que fique claro que as minhas opiniões são de um comum cidadão que decidiu viver no conselho de Tomar aos 29 anos e que não tem nem nunca teve qualquer ligação, direta ou indireta, á política ou á festa dos tabuleiros.
    Entendo sim que existem valores que devem fazer parte da educação dos nossos filhos e que nós pais temos o dever de educar.
    Hoje vivemos numa sociedade em que os pais não educam, delegam isso na escola quando a escola tem o dever de ensinar, que para compensarem essa falha dão bens materiais aos filhos. A sociedade de hoje não educa nem forma homens e mulheres para a vida assente em valores; não diz aos filhos o que eles têm que ouvir mas o que eles querem ouvir, são as crianças com 3, 4, 5, …. 10 e mais anos que decidem o que querem e o que não querem, o que comem, o que vestem, etc…
    Estamos a formar uma sociedade doente e dependente, em que os pais levam á universidade os filhos da mesma forma que os levaram ao primeiro anos do ensino básico. Depois admiram-se de termos cada vez mais jovens com problemas do foro psicológico por não saberem lidar com a vida real.

  9. Festa dos Rapazes devia ser a brincar na piscina ou na praia a comer batatas fritas e a beber coca-cola. Uma vez no ano não faz mal a ninguém!! Quem nunca?!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo