in

Reconhecer competências é objetivo para funcionários do hotel

Helena Pereira, da Competir, e José Medina, diretor do hotel dos Templários

Os funcionários do hotel dos Templários, em Tomar, têm participado em processos de reconhecimento de competências (RVCC), através da empresa Competir, para que fiquem com equivalência ao 12º ano.

No dia 29, realizou-se no hotel uma sessão de júri em que pessoas externas à empresa são convidadas a avaliar se os formandos merecem ou não a certificação.

Neste grupo participaram sete funcionários, com idades entre os 23 e os 53 anos, de serviços tão diversos como receção, copa, cozinha, restaurante e limpeza.

A sessão foi acompanhada pelo diretor do hotel, José Medina, e pela diretora da Competir, Helena Pereira, além dos elementos do júri.

O curso começou antes da pandemia, em fevereiro, e termina agora ao fim de 132 horas de formação presencial e online.

Para José Medina, diretor do hotel, da estalagem Lago Azul, Apartamentos do Lago e barco São Cristóvão, os colaboradores da empresa são “a parte mais importante do negócio junto dos clientes”. O objetivo na aposta na formação contínua é o de “tornar as pessoas mais ricas e permitir que progridam na sua carreira”.

Alguns funcionários já frequentaram outro tipo de formações como de inglês ou de gestão de reclamações.

Escrita por Redação

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Megaoperação no matadouro de Tomar

Estacionamento pago regressa nesta quarta feira