in ,

Hotel República fecha dois meses

hotel republica 8065383959007915 n

O hotel República, situado na praça da República em Tomar, vai fechar até 29 de janeiro de 2021. Também o seu restaurante Praça suspende a atividade no mesmo período. O anúncio foi feito hoje na sua página no facebook.

O café República, que pertence ao mesmo empresário, mantém-se aberto de quarta a domingo das 9h00 às 22h00.

Investimento de um casal emigrante – António e Laurence Borges – o hotel República abriu portas a 20 de agosto de 2020 e foi inaugurado oficialmente a 27 do mesmo mês.

À semelhança do que acontece com outras unidades hoteleiras, este hotel foi gravemente afetado, em termos de ocupação, pela pandemia.

Escrita por Redação

Blog informativo Tomar na Rede. Notícias sobre Tomar e região envolvente. Informação local e regional.

Comentários

Responder
  1. Infelizmente é mais um entre milhares de estabelecimentos a fecharem portes na sequência da adoção de uma política completamente errada face á Covid 19.
    O governo tinha o especial dever de identificar e proteger as potenciais vítimas da doença: os vários grupos de risco, fossem eles em razão da Idade, das patologias clínicas, etc.
    Diabolizar um vírus cuja cura é o passar do tempo e sem medicação á imagem de muitos outros é criar a maior falácia do século.
    A história no dirá mum futuro próximo o erro colossal que foram as medidas adotadas.

  2. O erro é que a sociedade não tem os valores correctos, nem estruturação correcta, daí cometer estes erros estratégicos, em que para matar o vírus a solução é “matar” a população… é como querer matar a formiguinha com a bomba atómica, ou como querer “matar” o doente com a cura.

    Empolam o número de mortes e de internados como se fosse uma catástrofe nacional/ internacional de tal maneira grave que vale até sequestrar a quase totalidade da população por esse motivo.

    A “história” certamente julgará os actos como provenientes dos doentes de cérebro intelectual que metem o mesmo acima da intuição, ou certamente as medidas teriam de ser outras que não implicassem sequestrar as pessoas nas suas casas… quando a única medida restritiva da liberdade adequada seria forçar as pessoas a usar máscaras de protecção a sério… e não me refiro a estas fantochadas de máscaras que fazem de conta que protegem, mas a máscaras que realmente se ajustassem adequadamente à cara para selar a mesma de tal maneira que se tornasse impossível a passagem de ar por qualquer outra parte que não fosse o(s) filtro(s)… o que certamente diminuiria não só o contágio do coronavírus como de muitos outros vírus e bactérias.

  3. Com o atual excesso de oferta de alojamento na cidade e arredores, infelizmente seria de esperar situações destas em Tomar.
    Agora quando juntamos obras megalómanas com “repúblicas” e “moinhos”, com dúzia e meia de quartos, muito seria de esperar, infelizmente pelos piores aspectos. E o COVID não pode servir de desculpa para tudo!

  4. Bem a pandemia continua a ter as costas muito largas. É impressionante como tanta gente acredita naquilo que dizem. Este negócio não morreu por causa da pandemia, pensem benquerença terá a culpa pois a pandemia já existia quando tudo abriu

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0
porta condessa 87357 6722349319425300484 o

O desespero e o nervoso miudinho levam ao exagero hiperbólico

atl 423 3263814527739814804 o

Fecho do ATL da Escola Básica Raul Lopes. Correção