in ,

Vendas agressivas regressam à ACITOFEBA

acitofeba 56789

Mais uma vez a sede da ACITOFEBA – Associação de Comerciantes de Tomar foi utilizada para vendas agressivas. Aconteceu no sábado, dia 12, cerca de um ano depois de outra sessão semelhante que gerou contestação e polémica.

O esquema é o habitual: funcionários da empresa contactam por telefone os potenciais clientes convocando-os para uma palestra ou rastreios, com o argumento de estarem ligados a algumas unidades hospitalares de referência.

Chegados ao local, as “vítimas” são pressionadas e influenciadas por “doutores” a comprar produtos ortopédicos ou equipamentos de milhares de euros com a possibilidade de pagamento a prestações ao longo de vários anos.

Pelo que apurámos foram vários os casos de pessoas que adquiriram os produtos, entregues ao domicílio no próprio dia. Só depois, falando com familiares e vizinhos, é que as “vítimas”, normalmente pessoas idosas, com fracos recursos e com problemas de saúde, caem em si e dão-se conta da situação.

A lei prevê um prazo de 14 dias para a anulação deste tipo de contratos abusivos.

Cidadã denuncia vendas agressivas na ACITOFEBA

 

Redação

Escrita por Redação

Blog informativo Tomar na Rede. Notícias sobre Tomar e região envolvente. Informação local e regional.

Comentários

Responder
  1. A iniciativa privada em todo o seu potencial. Para reflexão ds que renegam o papel do Estado e as suas funções reguladoras.

  2. Não é isto s iniciativa privada. Não haja confusões.
    Isto são apenas chicos espertos, nascimentos enviesados, que pensam serv poderosos bastante para tirar partido da fragilidade alheia.

Deixe uma resposta

Avatar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0
padrao varzea grande IMG 20201208 080223

Padrão da Várzea Grande em fase de restauro

acid 4610937 7286124574347837152 n

Colisão com poste provoca ferido ligeiro