DestaqueEconomia

Tomar, Entroncamento e Santarém fora da nova linha de alta velocidade (c/ vídeo)

- Publicidade -

A futura ligação ferroviária de alta velocidade entre Lisboa e Porto deixa de fora a nossa região. O projeto prevê um troço que aproxima a linha ao litoral e afasta do interior, com uma ligação direta entre Carregado e Leiria. Santarém, Entroncamento e Tomar não foram incluídos.

“Será construída uma nova linha, em via dupla, de alta velocidade entre Porto e Lisboa, em bitola ibérica, com o tempo de percurso direto entre a Campanhã e Lisboa-Oriente de 01h15”, anunciou Carlos Fernandes, do conselho de administração da Infraestruturas de Portugal (IP), durante a apresentação do projeto de alta velocidade para ligação de Lisboa ao Porto e do Porto a Vigo, em Espanha, esta quarta feira, dia 28, no terminal ferroviário de Campanhã, no Porto.

A construção da nova linha de alta velocidade será realizada em três fases: a primeira, entre 2024 e 2028, em que Porto e Soure ficarão a 1h59 de distância; a segunda, entre 2026 e 2030, em que o tempo de distância entre o Porto e o Carregado será de 1h19; e a terceira, que ficará pronta depois de 2030, e que permitirá viajar de comboio entre Lisboa e Porto em 1h15.

comboios cp

- Publicidade -

- Publicidade -

14 comentários

  1. Está certo a linha tem de passar onde haja gente, empresas para ser rentável, estes paspalhos de Santarem, Tomar Torres novas não merecem mais, Santarem e´capital se distrito e pensa que isso basta, Tomar ai Tomar é muito in temos o convento o paraiso as tias do club Tomarense os marqueses falidos, os filho vadios dos grandes empresários que não vingou um, por isso não temos as empresas que tivemos em Tomar, mas continuam a chamar as filhas” a menina desculpe mas você não viu” merdas como estas queriam o quê? Torres Novas é uma mistura de esquerdelhos caviar e psd de 2ª mão, por isso quando quiserem ir pra Lisboa comprem o jornal, pelo menos vejam as fotos, porque têm muitas paragens pela frente.

  2. Não há milagres. Tomar não tem economia nem influência política. Também não tem população a crescer pois não há economia. O politécnico vive no sufoco de todos os anos conseguir meia dúzia de novos alunos. Paiva falava que Tomar iria ter o maior centro comercial a ceu aberto na região centro, da Alameda até à Praça da República! O mais certo é Tomar vir a ser o maior lar da terceira idade a céu aberto.

  3. Uma linha de alta velocidade vergonhosa.
    Deveria ser Porto – Lisboa – Faro.
    Sem mais paragens.
    Da forma actualmente planeada é um diz que é de alta-velocidade, mas com tanta paragem que é uma alta-velocidade dos pobres.

    Leiria não precisa de alta-velocidade, a maior parte das pessoas de lá nem se lembra que existem comboios. Se é para haver comboios em Leiria, e acho um mau investimento, seria ligar o centro da cidade à linha do norte através de um ramal duplo… a linha do Oeste é simplesmente vergonhosa, só não encerrou sabe-se lá porquê… não foi à falta da CP fazer de tudo para que fechasse incluindo obrigar os passageiros a mudar de comboio na mesma linha se quiserem fazer uma viagem de uma ponta à outra e, alegadamente, aumentar o número de composições por comboio para fazer parecer no papel que havia pouca procura para a oferta…. é como ter um autocarro de 80 lugares para fazer ligação entre duas cidades onde um autocarro de 30 lugares chegava e sobrava… e depois dizer que não compensa ter autocarros, mesmo tendo autocarros de 30 lugares para fazer esse mesmo percurso.

    1. Está resposta é para o João. – “Leiria não se lembra que há comboios, porque o governo tirou os que ainda havia.” E quem é que vai querer usar um serviço entre Leiria e Lisboa para demorar mais de 3 horas. Pela tua lógica Faro tem mais poder que Leiria industrialmente falando. Em quê? Turismo? Só Fátima tem mais de 5 milhões de visitantes ao ano. A suposta estação de Fátima na linha do norte está a mais de 25km, a mesma distância que está a estação de Leiria na linha do oeste. O governo é que é míope.

  4. Caros:
    Alta velocidade é alta velocidade. Não pode parar em todo o lado, nem nas terras mais próximas, tem de ser em devidas distâncias. Por mim seria com dois serviços: Direto ou Lisboa-Coimbra-Porto, as 3 maiores e/ou mais importantes do país, mas se queriam acrescentar mais alguma coisa, então que fosse Fátima, pelo turismo de verão, se o traçado o permitisse. Leiria não tem dimensão, enfim, talvez seja para agradar às concelhias partidárias dos 2 “grandes”, só pode.
    A questão já por aí falada do novo Aeroporto é outra em que ninguém acredita…

    1. Não tem dimensão? A população ao redor da cidade de Leiria em 30 ou 50 Km é maior que Coimbra. Para não falar de indústria.
      A área de Leiria paga mais impostos que Coimbra.
      População de Coimbra 144,000 e Leiria 129,000. A diferença não é muita.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo