in ,

Tomar devia criar carimbo dos Caminhos de Santiago

A opinião de António Freitas

Caminhos de Santiago CREDENCIAL

Primeiro carimbo institucional dos Caminhos de Santiago lançado em Viana do Castelo. Fazia todo o sentido Tomar criar também o seu carimbo para este fim, de “cidade Templária”

 

Basta pedir a um peregrino dos “Caminhos de Santiago” a sua credencial de peregrino e ver que a maioria dos carimbos que tem apostos, a partir de Lisboa, são de cafés, residenciais, bombeiros e da igreja. A vereadora da Cultura da Câmara de Viana do Castelo apresentou o primeiro carimbo institucional dedicado aos Caminhos de Santiago da Costa e carimbou as primeiras 180 credenciais de peregrinos daquele percurso religioso até à capital da Galiza.

“Que eu tenha conhecimento, é o primeiro carimbo institucional criado por um município situado no Caminho de Santiago da Costa para registar a passagem dos peregrinos por Viana do Castelo, levando a marca do concelho pelo mundo fora”, disse, Maria José Guerreiro.

O distrito de Viana do Castelo é atravessado por duas rotas seculares do Caminho Português de Santiago, na Galiza, uma pelo interior e outra junto à orla marítima.

“Há vários carimbos que os peregrinos podem recolher nos cafés por onde passam, nos albergues onde pernoitam, entre muitos outros serviços que encontram pelo caminho, mas este é o primeiro institucional, especificamente criado para atestar a passagem pelo concelho”, referiu a vereadora da Cultura

Viana do Castelo integra a candidatura Valorização dos Caminhos de Santiago – Caminho Português da Costa, que reúne ainda os municípios do Porto, Matosinhos, Maia, Vila do Conde, Póvoa de Varzim, Esposende, Caminha, Vila Nova de Cerveira e Valença.

O carimbo apresentado reproduz a fachada do Centro Interpretativo do Caminho Português da Costa, instalado no Hospital Velho, imóvel do século XV que chegou a ser albergue de peregrinos, a concha e a cruz de Santiago.

Atualmente, os Caminhos de Santiago, que constituem um percurso religioso até Santiago de Compostela, na Galiza, estão classificados como Património da Humanidade pela UNESCO em Espanha e França, detendo em Portugal apenas o estatuto de Itinerário Cultural Europeu.

Fazia sentido a câmara de Tomar, lançar esta ideia de um carimbo, cujo design podia ser objecto de concurso de ideias e com menções obrigatórias e depois mandar fazer carimbos que seriam distribuídos pelo hostéis, bombeiros, turismo e unidades que os solicitassem, para que nessas credenciais fosse “algo comum” da nossa cidade, numa credencial que quem faz o caminho vai guardar para sempre.

                                                                  António Freitas

Caminhos de Santiago credencial peregrino 740x370 Caminhos de Santiago CREDENCIAL1

Avatar of António Freitas

Escrita por António Freitas

Comentários

Responder
  1. A vereadora de Viana do Castelo vende ideias em relação ao Caminho de Santiago e acredita nelas.
    As câmaras municipais de Ponte de Lima, Caminha, Valença, Barcelos e outras já usam carimbos institucionais há já alguns anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0
necrologia

Necrologia

28 3 77077689747636224 o

PSD debate desporto e autarquias em Torres Novas