DestaqueSociedade

Santarém: chamar idiota a político não é crime

Em março de 2011, Joaquim Emídio, diretor geral do jornal “O Mirante”, chamou “idiota” ao então secretário de Estado Rui Barreiro, de Santarém, num artigo publicado no semanário. “Chama-se Rui Barreiro, é o mais idiota dos políticos que conheço (…)”, escreveu.

No tribunal de Santarém foi condenado a pagar 2500 euros de indemnização a Rui Barreiro pelo crime de “difamação agravada”, sentença confirmada pelo tribunal da Relação. Inconformado com a decisão judicial, o jornalista recorreu para o Tribunal Europeu dos Direitos Humanos que lhe deu razão.

Este tribunal condenou o Estado português a indemnizar o jornalista por pôr em causa a liberdade de expressão.

O caso é notícia na imprensa nacional

Portugal de novo condenado por violação da liberdade de expressão

 

Tribunal Europeu dos Direitos Humanos condena Estado português a indemnizar médico e jornalista

IMG 20190925 112820 IMG 20190925 113904

2 comentários

  1. Excelente notícia para os cronistas honestos e frontais. Mau prenúncio para os políticos e magistrados lusos com feitio inquisidor e partidários do “respeitinho é muito bonito”.
    Estar na Europa não é só receber subsídios. É também e sobretudo adoptar e defender os grandes princípios europeus, nomeadamente a liberdade de expressão. “Não concordo com o que dizes, mas bater-me-ei sempre para que o possas dizer sem seres molestado.”
    Um grande aplauso, mais uma vez, para os magistrados do Tribunal Europeu dos Direitos Humanos. Viva a União Europeia, farol da civilização ocidental!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo

Adblock Detectado

Por favor, considere apoiar o nosso site desligando o seu ad blocker.