DestaqueSociedade

Sanitários da rua da Fábrica são depósito de lixo (c/ fotos)

Há décadas abandonados, os sanitários públicos da rua da Fábrica, em Tomar, tornaram-se num depósito de lixo e um foco de infeção, constituindo um perigo para a saúde pública.

As imagens captadas nos últimos dias são reveladoras do estado em que se encontram estes sanitários propriedade da câmara, mas sob responsabilidade da junta de freguesia urbana desde 2018.

Nesse ano, a junta assumiu a responsabilidade das casas de banho públicas junto à igreja de Santa Maria do Olival, na escadaria de Santiago junto ao parque de estacionamento atrás da câmara e as da rua da Fábrica.

tomardrive banner out. rodape 2020 41 7293055622693185155 n Copia

Falou-se da possibilidade de cedência destas instalações ao clube de Rugby, o que nunca foi concretizado.

Atualmente, uma das portas está arrombada. No interior e junto à entrada acumula-se lixo.

“Tomar na Rede” solicitou esclarecimentos à junta de freguesia que publicaremos assim que recebermos a resposta.

1 comentário

  1. Parece casa de sem abrigo.
    Precisam de colocar umas portas de segurança que sigam a norma europeia: EN 1627:2021 RC4 ou superior, para ver se os vândalos deixam as instalações abandonadas em paz.
    Uma demolição talvez fosse melhor? Demasiado dispendioso? Então porque não uma parede de betão? De tijolos não, que a malta parte os tijolos e abre um buraco para passar, que é o que se vê em outros lados abandonados onde tentam prevenir dessa maneira a entrada de pessoas.
    Mas nem pensem em recolocar à função para a qual foi construída: sanitário público, que isso é coisa de civilizações avançadas, não é o caso de Portugal, e menos ainda de Tomar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo