DestaqueSociedade

Perigo à porta de casa (atualização)*

Há mais de uma semana que está um camião carregado com placas de fibrocimento, parado na zona habitacional da Nabância em Tomar.

É uma viatura da empresa CANAS – Engenharia e Construção, S.A. que está a fazer as obras de adaptação e regularização do edifício da Nabância, propriedade da câmara.

“Após proibirem o estacionamento por três dias, avisaram no dia 16 ao fim do dia para não estacionar a partir de dia 17 e só aos moradores pois a rua continuou aberta”, relata um morador. E acrescenta: “Eis que, após retirarem o telhado de fibrocimento (amianto) no dia 19, temos este belo presente parado há uma semana carregado de amianto, a roubar lugares a moradores. Ainda mais numa zona proibida a pesados…. Obras públicas, fazem o que querem”.

A empreitada do edifício da Nabância custa 396. 049,06 euros + IVA com base num contrato assinado em maio entre empresa e câmara.

A cobertura do imóvel era feita com placas de fibrocimento, que contêm amianto e são prejudiciais à saúde.

 

* (atualização) – Algumas horas depois de termos publicado esta notícia, o camião foi retirado do local.

2 comentários

  1. António Almeida Santos, um histórico guru dos socialistas, homem que ficará para sempre no coração dos retornados de Moçambique, disse uma vez esta máxima que passou a ser assumida e praticada como guão de tudo o que é acção socialista:

    “Para os amigos: TUDO
    Para os inimigos, NADA
    Para os outros… cumpra-se a lei.!

    Como se vê, a coisa funciona em pleno.

    Um amigo meu, lá na aldeia dos meus pais, teve de reparar o telhado de uma casa que tem perto de cem anos. Atreveu-se a colocar vigas de cimento em vez de madeira – o atrevidote – e levou logo com fiscais e multas e projectos e embargos, enfim… o costume e a fonte de receita usual da burocracia camarária. e o espantoso é que dizem que é para bem dele.
    Já a Câmara fez o que fez no edifício da praça, colocando umas chapas que proíbe em todo o lado com os embargos e coimas que se sabe.
    O grande problema deste Estado socialista é que não temos quem nos proteja dos nossos protectores.

  2. As chapas de fibrocimento não são proibidas pois ja não contém amianto. As antigas tinham amianto incorporado na sua liga. Se fazem mal à saúde pública não sei. Desde que me conheço que mexo nelas tenho pessoas hoje nos 70/80 anos que diariamente as carregavam e descarregavam e ninguem ficou doente por isso e ainda estao bem vivos e com saude. Enfim mistérios …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo