DestaqueSociedade

Junta de freguesia está a construir estacionamento em terreno privado

- Publicidade -

Está suspensa a obra de requalificação urbana da rua Água das Maias, em Tomar, da responsabilidade da Junta de freguesia de S. João Baptista e Santa Maria dos Olivais. Tudo porque a junta, através da empresa que contratou, estava a construir um parque de estacionamento num terreno privado. (Atualização: no dia 12, as obras ainda prosseguiam apesar da ilegalidade)

Apercebendo-se de movimentação de terras e obras no seu terreno, o proprietário contratou um advogado, muniu-se da documentação predial e impediu que os trabalhos continuassem na sua propriedade.

Para o local estavam previstos cerca de uma dezena de lugares de estacionamento em espinha.

Os registos confirmam que o terreno é privado, apesar de haver informações segundo as quais o anterior proprietário cedeu o terreno verbalmente à junta de freguesia, sem que no entanto tivesse havido qualquer escritura.

A obra foi adjudicada pela junta à empresa Construções Pavidreno, Lda. da Freixianda, Ourém, por 64.561 euros + IVA.

- Publicidade -

O prazo inicial para a conclusão da obra era dezembro de 2022, mas já foi prorrogado até ao final do mês de janeiro de 2023. Aliás a câmara tem vindo a publicar editais mensais sobre a interdição à circulação do trânsito naquela via que vai continuar íngreme, com curvas apertadas e perigosas, mas com passeios.

- Publicidade -

8 comentários

    1. Sr/Sra VA

      Típico pensar à moda dos socialistas…. Adora o que é dos outros, e julga-se dono e Senhor de tudo.
      O terreno tem proprietário, portanto há que respeitar o direito à propriedade pelas pessoas…
      O Município ou a Junta de Freguesia não deveriam nunca ter começado a obra sem assegurar a propriedade dos terrenos em causa….

    2. A questão não são os dois metros o que está em casa é o abuso e a falta de respeito , e já agora se o senhor for proprietário seja do que for ou até um apartamento e se alguém entrar lá para ocupar um quarto na há problema até porque quando morrer não o vai levar consigo ..

  1. Essa é boa. Mentalidade tipica socialista que gosta muito do que é dos outros e que os outros ate devem ficar agradecidos de se apoderarem daquilo que era deles.

  2. Gostava de saber o que viria para aqui dizer se o terreno fosse teu! Se o terreno tem dono, o dono tem o direito de o possuir em pleno, nem que sejam dois palmos quadrados. Já per e I que para ti “pimenta no cu dos outros é refresco”!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo