DestaqueSociedade

Idosos burlados na Asseiceira ficaram sem 15 mil euros

- Publicidade -

O jornal O Templário desta semana faz manchete do caso de burla em que as vítimas foram um casal de idosos de Asseiceira.

Em relação à informação inicial, o semanário adianta que o casal ficou sem 15 mil euros, poupanças que tinham guardadas em casa, quando inicialmente se falava apenas na perda dos montantes das duas reformas, à volta de 600 euros.

O indivíduo que abordou o casal apresentou-se como enfermeiro do centro de saúde, vestia uma bata branca e alegava ter informações importantes sobre a vacinação contra a Covid-19.

A conversa começou sobre a pandemia e a campanha de vacinação para derivar depois para as notas de 50 euros, tema recorrente de burla.

O caso aconteceu no dia 11 de março, conforme noticiámos aqui.

- Publicidade -

Idosos burlados na Asseiceira

- Publicidade -

1 comentário

  1. Roubaram é porque os tinham. Não se justifica que em pleno século XXI com os avisos que as autoridades fazem junto da população mais vulnerável para não abrirem a porta a estranhos etc, mas a saga continua. Muitas vezes, são estratégias montadas por familiares ou amigos que convivem com estes e articulam com estranhos para fazer abordagem a estes idosos para os furtar, e por normal até já têm indicação onde está o dinheiro e restantes bens. Lembro que aconteceu precisamente isto no Norte e foi noticiado. Quando começa haver muita insistência sobre dinheiro, bens sobre seja quem for, é estar alerta. Todo o cuidado é pouco. Mais patrulhamento e acções de sensibilização mais assíduas.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo