in ,

Há quem se dedique a criar grilos para alimentação em Tomar

A última edição da revista Visão publica uma reportagem sobre os produtores nacionais de insetos para alimentação. Há quem diga que o futuro da nossa comida tem de passar pelos insetos por mais que custe “engolir” esta realidade.

Nessa reportagem, surge o depoimento de Francisco Marques, 27 anos, que tem família em Tomar. Há poucos anos criou a empresa BugLife “um projeto ambicioso e inovador que vem centrar-se no conceito eficiente de produção e comercialização de insetos vivos, secos e processados, para a alimentação animal e humana”.

Em Tomar não existe qualquer incubadora de empresas, por isso, Francisco vai apostar em Penela como sede da empresa. Mas enquanto isso, é numa casa abandonada que era da família, algures no concelho de Tomar, que cria 15 mil grilos.

Transcrevemos aqui a referência:

“Francisco Marques, 27 anos, prefere apostar nos grilos Acheta Domesticus na sua startup Buglife, porque esses insetos têm uma enorme capacidade de conversão em proteína, alto teor de ferro e ómega. A sede há-de vir a ser em Penela, numa incubadora, mas entretanto vai “safando à coisa” numa casa de família, abandonada, em Tomar. Na sala, escurecida e de acústica isolada, ouvimos o cantar dos cerca de 15 mil grilos que ali estão. Mudam de caixa de cartão, consoante crescem, durante perto de três meses. “A sua morte, no congelador, é indolor, pois há que respeitar o bem estar animal” realça. Também já tem vários restaurantes interessados em servir esta iguaria como um snack inovador e que seja apetecível para câmaras dos smartphones. “São ótimos, não têm sabor, apenas o crunchy”. No entanto, Francisco não se fica pelo inseto desidratado: já experimentou, por tentativa e erro, fazer pão, massa e barrinhas de cereais. “Queremos ser fornecedores de proteína premium”.”

Escrita por Redação

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Comentários

0 comentários

Cineclube exibe filme de culto “As Asas do Desejo”

Nova escola de condução abre em Tomar