in ,

Em defesa do CAST

Rui Dias Costa*

cast lar s. josé idosos

Não sou seguidor do Facebook, mas um amigo fez-me chegar em papel vários comentários ao artigo de “opinião” que o Tomar na Rede achou por bem publicar acerca da situação no CAST – Centro de Assistência Social de Tomar. O mesmo tinha sido publicado no jornal Cidade de Tomar. Dos vários comentários, há um que, por querer repor a verdade, eu tenho que dar a resposta.

Diz o Sr. Presidente do CAST: “Deturpa factos e falta à verdade”.

Tem razão o Sr. Presidente quando diz que as instalações do CAST no largo do Pelourinho estão desocupadas desde 2004. É verdade. Por isso em 2010 a Direção de que eu fiz parte, meteu mãos à obra e realizámos “obras”. Foram 4 anos de intenso trabalho, tendo sido cumpridos a maioria dos planos propostos, como:

  • Reconversão e certificação energética de todo o edifício do Lar de São José, que resultaram em mais 3 novos quartos, 6 novos WC, uma casa de banho geriátrica, uma sala com copa de apoio, uma sala de apoio à vigilância noturna, uma nova sala de visitas e de estar, obras de beneficiação do hall de entrada, nova sala de pessoal e um gabinete para as encarregadas, etc, etc.

  • Certificação de qualidade nas três áreas do CAST

  • Requalificar as instalações do largo do Pelourinho, onde funcionava a área administrativa desde 2004. Para o largo do Pelourinho estava projetado um centro de noite, centro de dia ou Lar Residencial. Depois de várias reuniões com os responsáveis da Segurança Social optou-se por pôr de pé o anteprojeto de resposta social lar, com 33 camas, tendo-se gasto para estes projetos cerca de 1000 € (mil euros). O Sr. Presidente atual anulou tudo o que já se tinha feito e gastou cerca de 100.000 € (cem mil euros) em projetos para as instalações do Pelourinho. Este também para deitar fora.

O Sr. Presidente diz que eu só votei contra duas vezes. É verdade, mas o Sr. sabia que eu não estava de acordo com a maioria das suas decisões, mas sobre isso já assumi os meus erros. Mas achei estranho não dizer que eu estive contra a entrada de dois familiares do Sr. Presidente. Quanto à funcionária do armazém, havia outros serviços para a senhora e no lar havia um trabalhador de nome Daniel que durante o tempo que esteve ao serviço mostrou muitas habilitações para o lugar, mas sobre os meus votos contra ficamos por aqui.

Gostava também que não fosse verdade que o Sr. Presidente, desde que está no CAST já apresentou cerca de 500.000 € (500 mil euros) de prejuízo e gastou em projetos cerca de 400.000 € (400 mil euros). Isto não consegue desmentir.

Já quanto eu estar a denegrir a imagem de alguém, é totalmente errado. Eu estou é a tentar que o CAST fique como quando o conheci em 2010 – “um hotel de 5 estrelas” e com muita saúde financeira. É minha vontade acabar como utente do CAST. Para isso já me inscrevi há 7 anos.

Também achei estranha a maneira como acaba o comentário:

  • E caso o Sr. Rui continue – não entendi, mas estou por cá para continuar a defender o CAST e esclarecer todas as dúvidas.

                                                                 Rui Dias Costa

                 Sócio Nº 3 e Ex-Vice-Presidente do CAST – Centro de Assistência Social de Tomar

Escrita por Redação

Blog informativo Tomar na Rede. Notícias sobre Tomar e região envolvente. Informação local e regional.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0
sp. Tomar 296 3271064829453458103 o

Sp. Tomar empata em casa com Juventude de Viana (c/ vídeo)

financas 624 4651425874546926599 o

Saiba quais as instituições que pode ajudar com o seu IRS