DestaqueSociedade

Descubra as diferenças

- Publicidade -

A recuperação de um prédio na Corredoura, centro histórico de Tomar, com algumas alterações na fachada, tem dado aso a algumas discussões sobre os critérios de reabilitação de edifícios em zonas históricas. As fachadas devem manter a arquitetura original ou são suscetíveis de modificações?

Dê-nos a sua opinião. Envie para ou por aqui

 

Recuperação de prédio na Corredoura divide opiniões

- Publicidade -
- Publicidade -

2 comentários

  1. É óbvia a mania de enfeitar, de ornamentar só para dar nas vistas. Por exemplo aquela cruz templária ao meio da fachada, substituindo a primitiva lucarna, fica ali tão bem como ficaria um reclame da Apple na torre de menagem do castelo.
    Uma terra onde até gente que andou pelas universidades é afinal aquilo que se vê.

  2. A volumetria e as linhas gerais do edifício foram mantidas. O aspeto exterior é muito menos monótono e, ao contrário, mais apelativo com uma conseguida compatibilidade de cores. Respeitar o passado não tem que querer dizer imobilismo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo