in ,

Delegada de saúde não autoriza abertura de caixões

funerais covid IMG 20200331 114757

Numa determinação da Autoridade de Saúde Coordenadora do ACES (Agrupamento de Centros de Saúde) Médio Tejo, publicada no dia 9, Maria dos Anjos Esperança decidiu não autorizar a abertura dos caixões durante os funerais “como medida cautelar de saúde pública”.

Esta proibição vai contra as novas as regras definidas a semana passada pela Direção Geral da Saúde sobre os funerais de vítimas covid-19. Segundo a DGS, os velórios continuam a estar proibidos, mas na cerimónia fúnebre ou no funeral, se a família assim o desejar e se “houver condições”, o caixão pode ser aberto, desde que de forma rápida e a pelo menos um metro de distância.

A DGS permite que a visualização do corpo possa ser conseguida através de caixões com visor, mas sublinha que em qualquer destas situações não é permitido tocar no corpo ou caixão.

Contudo, a autoridade de saúde salienta que “o caixão deve, preferencialmente, manter-se fechado”.

Continua a ser proibido o aglomerado de pessoas nos funerais e obrigatório o controlo das distâncias de segurança, que, atendendo ao agravamento da situação epidemiológica, o distanciamento entre pessoas deve ser escrupulosamente mantido (dois metros) durante todo o funeral, evitando qualquer contacto físico.

Quanto aos funerais, a decisão da delegada de saúde de Tomar vai mais longe e proíbe liminarmente a abertura dos caixões não só para vítimas covid-19 como para todos os outros defuntos, “tendo em conta a situação epidemiológica relativa à infeção Covid-19”.

E é uma medida que vai vigorar enquanto durar o estado de emergência na área de influência do ACES Médio Tejo: concelhos de Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ourém, Ferreira do Zêzere, Mação, Sardoal, Torres Novas, Tomar e Vila Nova da Barquinha.

covid caixoes 65212855 3582892940515573083 o

Escrita por Redação

Blog informativo Tomar na Rede. Notícias sobre Tomar e região envolvente. Informação local e regional.

Comentários

Responder
  1. Afinal sempre temos os nossos/as ditadores locais, que como alguns responsáveis politicos /associações DECIDEM o que querem!!
    E ainda os premeiam pela seu percurso profissional???
    Agora até por defuntos não Covid os familiares não podem ver , por breve momentos o seu familiar???

  2. Ai está a Sra. a querer ser mais papista que o Papa.
    Um bom exemplo dos pequenos ditadores que minam e desgraçam os serviços públicos neste País…. Uma VERGONHA
    A Sra delegada de saúde respeite os mortos e os seus familiares directos…..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0
algarvias 770647 4107593976460561729 o

Erva invade caminho pedonal da estrada das Algarvias

cartazes IMG 20210206 104107

Cartazes das presidenciais permanecem nas ruas