DestaqueSociedade

Centro de vacinação não tem livro de reclamações (c/ vídeo)

Um cidadão de Tomar pretendeu fazer uma reclamação no centro de vacinação contra a covid-19 que funciona no pavilhão Jácome Ratton, em Tomar, mas não conseguiu por não haver no local esse instrumento obrigatório por lei.

Fernando José estava descontente com o tempo de espera, cerca de uma hora, com a longa fila que se formou e por haver pessoas com marcações para mais tarde estarem à frente na fila.

Na manhã desta segunda feira, dia 17, ao pretender fazer uma reclamação formal foi-lhe dito que não havia o respetivo livro.

tomardrive banner out. rodape 2020 41 7293055622693185155 n Copia

Já no interior do pavilhão procurou saber quem era a pessoa responsável e foi-lhe respondido que o enfermeiro não estava presente. Ainda esperou um bocado, mas o coordenador não apareceu. O cidadão acabou por telefonar para a polícia a solicitar a sua presença para registar aquela ilegalidade, mas a resposta que recebeu é que os agentes não se deslocavam ao local devido à pandemia.

“Estamos bem entregues. Cada um faz o que quer e não se passa nada”, comentou.

Esta manhã formou-se uma fila de mais de 100 metros junto ao pavilhão Jácome Ratton. O tempo médio de espera era de uma hora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo