in ,

Algumas críticas ao Templários Rally Classic

rali 83 6120088398322466816 n
Foto de Carlos Piedade Silva publicada no facebook

Vários cidadãos fizeram-nos chegar algumas críticas à organização do Templários Rally Classic, prova de automobilismo que decorre este fim de semana em Tomar.

 

Carros em cima da relva

Uma situação que chocou alguns cidadãos foi o estacionamento das viaturas da prova em cima do relvado do Mouchão, provocando danos na relva e no sistema de rega.

rali 1077941889698627584 n

 Pizaria prejudicada

A gerência da pizaria Mundo das Pizzas, situada na rua Manoel de Mattos, sentiu-se lesada pelo não cumprimento do edital de trânsito da câmara relativa a esta prova.

O aviso municipal localizava o corte/barreira policial junto ao cruzamento de frente à papelaria Nova, mas a PSP fechou o trânsito na rua junto à rotunda Mário Silva, não deixando os clientes passar nem para o parque em frente à pizaria nem para o parque atrás do cemitério.

 

Assistência a idoso dificultada

Era cerca das 22 horas de sábado quando um idoso se sentiu mal, caiu bateu com cabeça no chão na rua Diogo de Arruda, isto enquanto decorria a prova do rali.

Os populares alertaram a polícia e os elementos da prova para a necessidade de se chamar uma ambulância de forma a levar o homem para o hospital.

Terá sido afastada pelos responsáveis qualquer hipótese de parar a prova por alguns minutos para socorrer o homem, mas perante a revolta de alguns populares pela falta de assistência ao idoso, lá chamaram a ambulância. A viatura de socorro estacionou nas traseiras da rua Diogo de Arruda e os bombeiros vieram a pé, com a maca, através do túnel, recolher o homem.

Este caso vem comprovar a necessidade de haver um plano de emergência para este tipo de eventos.

 

Escrita por Redação

Blog informativo Tomar na Rede. Notícias sobre Tomar e região envolvente. Informação local e regional.

Comentários

Responder
  1. Esqueceram-se de mencionar o facto de os moradores da Norton de Matos, nomeadamente os que habitam junto à grelha de partida, serem confrontados com os arranques demorados e ensurdecedores (i.e. poluição sonora intensa) dos veículos em competição, sobretudo quando já eram horas de descanso para muitos.
    Querem fazer rallies? Que os façam em descampados e desertos.
    O que menos se precisa é de manifesta falta de respeito pelos munícipes, só porque se quer embandeirar em arco e só porque sim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0
31 3 457885562273792 n

Passeio de bicicletas antigas nas Curvaceiras

sopa

Mostras de sopas no Paço da Comenda, Pastorinhos e Ourém