DestaqueSociedade

Abrantes: Tribunal proíbe condutor bêbedo de ter álcool em casa

- Publicidade -

Um serralheiro de Abrantes, que já tinha sido condenado duas vezes por conduzir embriagado, foi mais uma vez condenado pelo tribunal local desta vez por ter provocado um acidente a 6 de março de 2020.

A notícia do Correio da Manhã refere que o homem invadiu a faixa contrária, quando conduzia com uma taxa de álcool no sangue de 2,35 gramas por litro.

Em relação a este último caso, o tribunal de Abrantes condenou o homem a uma pena suspensa de seis meses por condução perigosa. Fica ainda proibido de “possuir quaisquer tipos de bebidas alcoólicas dentro da sua residência” e terá de manter-se “sem ingestão de bebidas alcoólicas”. Não poderá também “frequentar cafés, bares e outros estabelecimentos que procedam à venda de bebidas com álcool (exceto supermercados ou hipermercados)”, cita o mesmo jornal.

Resta saber como é que o tribunal vai fiscalizar a aplicação destas proibições.

 

- Publicidade -

Tribunal em Santarém proíbe homem de ter álcool em casa

abrantes trib 1

- Publicidade -

1 comentário

  1. Estar impedido de ter bebidas alcoólicas em casa será provavelmente uma medida constitucional!
    O consumo de bebidas alcoólicas, por si só, é legítimo. Apenas está sujeito a regulamentação e taxas máximas em determinadas actividades, nomeadamente no efetivo exercício da condução.
    Depois punir eventuais familiares, convidados, etc., não tem qualquer cobertura legal.
    Parece-me que neste ponto o tribunal extravasou as suas competências!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo