DesportoDestaque

Guarda-redes sente-se envergonhado, pede desculpa pelas agressões e abandona futebol

- Publicidade -

O guarda-redes do Grupo Desportivo de Marinhais que, no dia 5, agrediu com violência um jogador adversário do Espinheirense (Alcanena), sentiu-se envergonhado, pediu desculpa publicamente, mostrou o seu arrependimento e anunciou que vai abandonar o futebol.

Numa mensagem partilhada no Facebook, Francisco Lacão revelou estar arrependido, anunciando pôr ponto final na sua prática desportiva, “independentemente da sanção imposta pelas entidades responsáveis”.

“Como jogador e homem sinto-me envergonhado”, disse, pedindo desculpa ao atleta Gonçalo Martins, do Espinheirense, bem como à sua equipa, “pela imagem e comportamento dos quais em nada retrata os ideais do clube.”

“E do fundo do coração peço desculpa por este comportamento num momento inexplicável e impensável da minha parte, que não tem justificação, no qual sei que terá que ser tratado com a devida gravidade para servir de exemplo, para que todos os comportamentos como este não sejam aceites no desporto”, conclui o jogador.

O caso ganhou maior impacto após a divulgação das imagens da agressão no jogo a contar para a 20ª jornada da 2ª divisão distrital.

- Publicidade -

- Publicidade -

1 comentário

  1. Comigo não se safava dum processo em tribunal. Para além da punição desportiva teria de se haver com um processo crime, e eu havia de o esmifrar até ao último cêntimo…

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo