DesportoDestaque

Curso de Nadador Salvador promovido pela câmara custa 250 euros

O encerramento da piscina de Tomar por falta de nadador-salvador, levou a câmara a promover um curso que vai decorrer de 25 de julho a 12 de agosto.

Através da empresa Quantaventura, de São Brás de Alportel, o curso tem um custo de 250 euros. A formação será realizada durante as três semanas na piscina municipal em horário laboral, entre as 9 e as 19 horas.

Para se inscreverem, os candidatos têm de pagar 25 euros, sendo depois submetidos a provas de admissão. Passada esta fase processa-se o pagamento do restante que pode ser feito em duas prestações.

tomardrive banner out. rodape 2020 41 7293055622693185155 n Copia

Um dia antes do fecho das inscrições, a câmara divulgou o curso.

As inscrições devem ser feitas até dia 22 de julho através do email ou por aqui

A piscina municipal (descoberta) Vasco Jacob esteve encerrada três dias, devido à falta de nadador salvador, o que motivou uma chuva de críticas à câmara de Tomar.

nadador salvador 70 6868016918745715358 n

9 comentários

  1. Eu não posso acreditar que a câmara de Tomar não possa oferecer o curso de Nadador Salvador aos potenciais interessados. Porque é que a presidente não manda dois ou três elementos dos bombeiros terem formação e abre a piscina que tanta falta faz. Se fosse para uns palhaços e ou uns malabaristas na Praça da República ou na Várzea Grande ja havia subsídios!!!!! Haja vergonha!!!!

    1. Não vão meter bombeiros a tomar conta de uma piscina municipal, não faz qualquer sentido… ainda menos sentido quando eles não dão muitas vezes conta do serviço do dia a dia, tendo de ir corporações de outros concelhos prestar o serviço.
      Vale mais fazer as pessoas pagar o curso, e depois no próximo ano podem, se quiserem, candidatar-se a uma posição por exemplo nas praias de Portugal.

      O motivo para não oferecer o curso é óbvio, a menos que a pessoa tivesse um vinculo laboral às piscinas municipais não fazia sentido pagar um curso para a pessoa poder nunca exercer tal actividade em Tomar.

      1. Não faz sentido para si mas faz para mim. Eu poria os Bombeiros a fazerem esse serviço no Verão. Eles não se dedicam só a combater fogos, também fazem mergulho!!! Até servia para limparem a cabeça dos fogos. Duvido muito que os salvadores certeficados neste curso na piscina possam ir depois trabalhar nas praias, o mar é um meio totalmente diferente de uma piscina. Em Portugal gastam tanto dinheiro com formações que as pessoas depois não usam que acho incompreensível a câmara não subsidiar o curso, subsidiam o concerto da quinta do Bill em dezenas de milhares de euros e não há dinheiro para isto!!q,

        1. Para nadador salvador só precisa desse curso relativamente simples, os bombeiros precisam de vários cursos para o serem, porque raramente fazem só uma coisa.
          Se só os bombeiros pudessem manter as piscinas abertas, mais valia fecharem-nas permanentemente.

  2. Só há dinheiro para festas.. para colchões no mouchão.. para pagar o céu aos anjinhos.. e a quinta ao bill..
    Para trazer turistas para encherem os restaurantes e tascas.. mas que sejam as tascas a pagar.. e quem quer chegar ao céu que pague para ver anjos…

  3. Eu resolvia isto que era um instante. Encerrava a piscina definitivamente e o ex-camping também é construía ali um condomínio fechado que era o que o Paiva queria fazer de conluio com o pai.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo